Odonto Top 1230x152

Renato completa 4 anos de Grêmio cheio de títulos, mas sob pressão inédita

Ao todo, a terceira passagem tem 259 jogos.

Por Dpto. Jornalismo em 18/09/2020 às 09:28:51
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Renato Gaúcho completa, hoje (18), quatro anos no comando do Grêmio. A terceira passagem pelo reservado do Tricolor começou em 18 de setembro de 2016, com anúncio oficial da diretoria do clube. Repleto de títulos, o treinador convive com a sequência de conquistas, mas um cenário inédito de pressão pelo momento ruim do time.

Num futebol marcado pelas repetidas trocas de treinador, Portaluppi é o mais longevo. Superou a desconfiança na chegada, estabilizou o time, e com menos de um ano no comando tirou o Grêmio do longo jejum de conquistas importantes ao erguer a taça da Copa do Brasil.

A sequência da história todo torcedor gremista tem na ponta da língua. Libertadores de 2017, Recopa e Gauchão em 2018, Gauchão e Recopa Gaúcha em 2019, Gauchão em 2020. Sete títulos em quatro temporadas. Ao todo, a terceira passagem tem 259 jogos, com 136 vitórias, 68 empates e 55 derrotas, um aproveitamento de 61,2%. O Tricolor, pautado por um futebol ofensivo, marcou 396 vezes e sofreu 189 gols.

Mas as conquistas e os números positivos contrastam com o momento do time. O Grêmio vive uma fase bastante complicada. Depois de perder por 2 a 0 para a Universidad Católica, no Chile, pela Copa Libertadores, a delegação foi recepcionada por protestos da torcida. Um cenário inédito nesta passagem de Renato pelo comando.

Até então, a união de aficionados era apenas para celebrar, agora foi em tom de cobrança.

Renato se vê pressionado pouco tempo depois de conquistar seu título mais recente, o Gauchão. Porém, mesmo na conquista houve ressalvas, já que a taça veio com derrota em casa para o Caxias, e graças ao placar conquistado no jogo de ida.

Nos últimos 11 jogos, o Grêmio tem apenas duas vitórias. Perdeu para o Sport em casa, empatou com Fortaleza, resultados longe do que o torcedor se acostumou a ver. Foram seis empates e mais três derrotas completando o recorte.

O time passa por um processo de busca de nova identidade. Além de resultados, tem oscilado em rendimento. Mas Portaluppi tem crédito com boa parte da torcida e, principalmente, com a diretoria. Por isso, se vê respaldado por tudo que já fez no comando do time.

Fonte: UOL / Esporte

SIM Supermercados - 1230x152

Comentários