Santa Catarina terá novas medidas contra Covid-19 nas escolas; veja o que muda

Portaria com as novas regras deve ser publicada no Diário Oficial do Estado nos próximos dias

Foto: Divulgação/SED

Foto: Divulgação/SED

Na tarde desta quinta-feira, 29, uma reuni√£o entre Secretaria de Estado da Educa√ß√£o (SED), Secretaria de Estado da Sa√ļde (SES) e outras 12 entidades encaminhou mudan√ßas nas medidas de combate à pandemia da Covid-19 nos ambientes escolares em Santa Catarina.

Uma das medidas anunciadas é o in√≠cio de um projeto-piloto para testagem de casos suspeitos nas escolas, que ser√° feito por meio de um termo de coopera√ß√£o entre SED e SES. No caso de suspeita, a equipe gestora da escola dever√° encaminhar o aluno, professor ou servidor para realiza√ß√£o de teste em um Posto de Sa√ļde do munic√≠pio. Durante o segundo semestre, a testagem ser√° feita nas regi√Ķes que apresentarem maiores √≠ndices de contamina√ß√£o pela Covid-19.

"Precisamos colocar o que h√° de mais moderno. Se alunos e professores forem afastados por suspeita de contamina√ß√£o, ser√° poss√≠vel acelerar o retorno às atividades presenciais com os testes. Santa Catarina ter√° processo de biosseguran√ßa moderno", disse o secret√°rio de Educa√ß√£o Luiz Fernando Vampiro.

Também foi definido que haver√° diminui√ß√£o do distanciamento entre estudantes nas salas de aula, de 1,5 metro para 1 metro. Segundo a SED, o objetivo é aumentar a capacidade de atendimento presencial. Além dessas medidas, haver√° uma abertura gradativa das escolas para recebimento de projetos externos. Para realizar suas apresenta√ß√Ķes, os grupos dever√£o apresentar um projeto ao comit√™ de retomada das aulas presenciais.

A portaria com todas essas altera√ß√Ķes deve ser publicada no Di√°rio Oficial do Estado nos próximos dias. A partir de ent√£o, as escolas ter√£o um m√™s para se adequar às novas regras. De acordo com a SED, esse prazo foi estabelecido para respeitar as especificidades e o tempo de adapta√ß√£o das escolas, cada uma de acordo com a sua realidade.

Participaram da reuni√£o representantes da Secretaria de Estado da Educa√ß√£o, da Superintend√™ncia de Vigil√Ęncia em Sa√ļde, Ministério P√ļblico de Santa Catarina, Uni√£o dos Dirigentes Municipais de Educa√ß√£o, Defesa Civil, Federa√ß√£o Catarinense de Munic√≠pios, Procuradoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educa√ß√£o, Uni√£o Nacional dos Conselhos Nacionais de Educa√ß√£o, Funda√ß√£o Catarinense de Educa√ß√£o Especial, Tribunal de Contas do Estado e Assembleia Legislativa de Santa Catarina.