Geral JUSTIÇA

Briga entre herdeiros de Gugu trava na Justiça e empaca pagamento de R$ 126 mil

Apresentador morreu em 2019 e deixou uma herança avaliada em R$ 1 bilhão; família disputa o dinheiro há dois anos

Por Diego Jaeger - Repórter

16/02/2022 às 08:45:52 - Atualizado há

A herança do apresentador Gugu Liberato, que morreu em 2019, ainda não tem um destino definido. Uma briga entre os herdeiros tem atrasado o pagamento de R$ 126 mil, da apólice de seguro na Starr International Brasil Seguradora.

A disputa pela herança é entre João, Marina e Sofia – filhos do apresentador- e a mãe deles, Rose Miriam di Matteo. Segundo declaração da empresa, como não foi definido quem é o responsável por receber o dinheiro, a indenização ficará parada na Justiça até o problema ser resolvido.

A seguradora abriu um processo no Tribunal de Justiça de São Paulo citando os herdeiros, para que eles definissem quem deveria receber o valor, porém, como nenhum deles mora no Brasil, o contato está sendo difícil.

Entretanto, mesmo que os herdeiros sejam encontrados, o pagamento do seguro viagem só poderá ser feito mediante a resolução oficial da disputa pela herança.

Mais de dois anos após a morte de Gugu Liberato, o patrimônio do apresentador ainda não tem um destino definido e a briga entre os herdeiros está empacando até o dinheiro de um seguro viagem, no valor de R$ 126 mil, na Justiça.

O dinheiro está "guardado" até as partes decidirem quem vai receber o valor da indenização pela morte de Gugu, ocorrida na mansão do artista nos Estados Unidos, em 21 de novembro de 2019.

Relembre a disputa pela herança do apresentador

Gugu Liberato morreu em 2019, aos 60 anos, após sofrer uma queda de quatro metros em casa, em Orlando, e bater a cabeça. O apresentador dividiu os bens em 75% para os filhos e os outros 25% para sobrinhos.

O patrimônio de Gugu está avaliado em R$ 1 bilhão. Rose Miriam, esposa de Gugu, que ficou fora da partilha dos bens, briga na justiça para ter o reconhecimento de união estável com ele.

O apresentador deixou postos de gasolina, terrenos, estúdios de TV, prédios comerciais e muitos outros imóveis, além de uma quantia de R$ 193 milhões no banco.

O processo de inventário é atualmente conduzido pela irmã de Gugu, Aparecida Liberato, e pelos advogados Dilermando Cigagna Júnior e Carlos Regina.


Fonte: wh3
TAGS GUGU
Comunicar erro
Rádio Onda Positiva FM 87.5

© 2022 Rádio Onda Positiva FM 87.5
Rua Dourado, S/N Bairro Alvorada Itapiranga/SC - Telefone: (49) 3678-8888

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Rádio Onda Positiva FM 87.5