Esportes ESPORTE

Inter é derrotado pelo São José no Gauchão e pressão sobre Medina aumenta

Os gols da partida foram marcados por Edenílson e Caio Vidal, do lado Colorado, e Cristiano, Sillas e Kevin marcaram para o Zequinha.

Por Diego Jaeger - Repórter

21/02/2022 às 10:54:27 - Atualizado há

A semana do Gre-Nal começou com pressão nos ombros de Alexander Medina. Após abrir o placar no primeiro tempo, o Inter foi dominado na etapa complementar e sofreu uma derrota acachapante para o São José, por 3 a 2, na noite deste domingo, no Passo D"Areia. Os gols da partida pelo Gauchão foram marcados por Edenílson e Caio Vidal, do lado Colorado, e Cristiano, Sillas e Kevin marcaram para o Zequinha.


Com a derrota, o Inter de Medina estaciona na terceira posição, com 12 pontos. O São José, que iniciou a rodada na zona de rebaixamento, pula para a nona posição, com oito pontos.


Na cabeça de Alexander Medina, o clássico Gre-Nal do próximo sábado já está na pauta. O treinador optou por poupar figuras como Taison, Gabriel e Bruno Méndez, que começaram no banco de reservas.
Contra o pior ataque do Gauchão e no polêmico gramado sintético do Passo D"Areia, o Inter tentou coordenar os minutos iniciais. Tanto o Colorado quanto o Zequinha protagonizaram um duelo de franca artilharia e a todo o momento procuravam incomodar as metas defendidas por Fábio e Daniel.


A primeira boa chance veio após escanteio cobrado por Heitor, aos 12 minutos. A bola ficou de bate-pronto para Kaique Rocha, que não contou com o desvio. Tiago Pedra afastou o perigo. Em nova e boa jogada, David recebeu de Boschilia na meia lua. O atacante poderia ter batido, mas optou pelo passe para Cadorini, que estava impedido.


O Zequinha respondeu aos 20 minutos. Everton Bala, de fora da área, mas de muito longe, tentou o arremate. A bola quicou na frente de Daniel, que encaixou firme. Outra jogada aconteceu com Everton Bala pelo lado esquerdo. O jogador tentou o cruzamento, aos 28, mas Daniel segurou firme e afastou o perigo.


No gramado sintético, velocidade é tudo. E foi assim que o Inter abriu o placar. Cadorini recebeu no lado esquerdo, invadiu a área e ajeitou para bater. A bola pegou meia altura, obrigando Fábio a espalmar para o centro da pequena área, nos pés de Edenílson, que na quinta marcha, mandou para o fundo das redes, aos 35. O placar foi movimentado: 1 a 0.
O cronômetro ainda permitiu mais um gol, mas de forma irregular. Pelo lado direito, o São José respondeu com Cristiano, que cruzou rasteiro para Sillas empurrar para as redes, impedido. Tento anulado. A intensidade se manteve até o apito final. Se houvesse uma palavra para definir a reta final da primeira etapa, "velocidade" estaria de bom tamanho. O 1 a 0 se manteve.


A insistência premiou o São José
O Zeca começou a segunda etapa assustando. Em cobrança de falta na intermediária, Tiago Pedra desviou sobre o gol de Daniel, que estava rendido na jogada. O Inter respondeu no minuto seguinte, com Edenílson. O autor do gol recebeu de Boschila na pequena área, arrumou para bater colocado, mas a bola passou longe pelo lado esquerdo.
A insistência premiou o São José. Aos seis minutos, Cristiano tentou duas vezes com boas defesas de Daniel. A bola subiu e caiu nos pés de Sillas, que bateu. O chute desviou em Cuesta e, aí sim, sem chances para o goleiro colorado, entrou. Tudo igual no Passo D"Areia. 1 a 1.
Em noite nada inspirada, Cuesta esteve envolvido novamente em mais um gol do São José. Em cruzamento de Marcelo pelo lado esquerdo, Kevin, que havia entrado ainda no primeiro tempo, esticou a perna sob a marcação – ou quase – do zagueiro argentino. A bola toca no pé do atacante e entra. Daniel ainda tocou na bola, mas não impediu a virada. 2 a 1 para o Zequinha e 17 minutos no cronômetro.
O setor defensivo do Inter praticamente estava dominado. O técnico Paulo Baier aproveitou a falha defensiva pelo lado esquerdo de Paulo Victor e mais uma vez Alexander Medina pecou. Aos 22, Bala mandou na área e Cristiano apareceu entre os zagueiros para completar para a rede. 3 a 1 e um Colorado irreconhecível no segundo tempo.
O Inter esboçou uma reação aos 30. Jhonny, de fora da área, tentou o arremate no canto direito, obrigando Fábio a se esticar para uma boa defesa. Medina mais uma vez proporcionou um carnaval no esquema de jogo do Inter. Em certo momento, com as trocas, Lindoso e Cuesta atuavam como zagueiros e Kaique Rocha e Liziero formaram a dupla de laterais. Aos 41, uma nova injeção de ânimo. Caio Vidal bateu na saída do goleiro Fábio para diminuir o placar. 3 a 2.
Todos os olhos se voltam para o trabalho de Cacique Medina na casamata. O Inter perdeu para uma equipe que não vencia há seis rodadas. O revés foi potencializado ainda mais pelo fato de o Zequinha voltar a marcar depois de quatro partidas. O Inter deixa o Passo D"Areia derrotado, sob as vaias da torcida.
A próxima rodada será marcada pelo primeiro Gre-Nal do Gauchão. O Inter recebe o maior rival no sábado, às 19h, no Beira-Rio. O São José desembarca em Ijuí, no 19 de outubro, onde encara o São Luiz, às 16h30min, no mesmo dia.

Fonte: Correio do Povo
Comunicar erro
Rádio Onda Positiva FM 87.5

© 2022 Rádio Onda Positiva FM 87.5
Rua Dourado, S/N Bairro Alvorada Itapiranga/SC - Telefone: (49) 3678-8888

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Rádio Onda Positiva FM 87.5