Odonto Top 728X90

Justiça argentina condena Cristina Kirchner por corrupção

Vice-presidente do país não começa a cumprir a pena de 6 anos de prisão por ter foro privilegiado

Por Redação Onda Positiva em 07/12/2022 às 09:22:57

Foto: Divulgação

A ex-presidente da Argentina e atual vice, Cristina Kirchner foi condenada a 6 anos de prisão, nesta terça-feira (6), por supostamente ter comandado uma organização criminosa. Segundo a Justiça de seu país, Kirchner teria sido a chefe de uma organização criminosa que desviou dinheiro do governo. Ela nega as acusações e afirma que é vítima de uma perseguição política.

Com foro privilegiado, Cristina não ser√° presa e ainda pode recorrer da condenação em primeira instância. A política, que também ocupa o cargo de presidente do Senado, também pode se candidatar a um terceiro mandato mesmo com a condenação inicial.

Supostamente tendo chefiado uma associação criminosa e de administração fraudulenta, a acusação aponta que a organização de Cristina cometeu fraudes que tiraram US$ 1 bilhão do governo. Além da vice-presidente, outras 12 pessoas foram julgadas.

Pelas leis argentinas, Cristina ainda pode recorrer da sentença em outras instâncias da Justiça até chegar à Suprema Corte do país.

Fonte: Ga√ļchaZH com informações do G1

Comunicar erro
Lassberg

Coment√°rios

Pneu A