Empresa arrendatária da antiga Laticínios Mondaí se manifesta sobre divulgação de plano de reestruturação

Atualmente a empresa industrializa cerca de dois milhões de litros de leite por mês no local

FOTO: IMAGEM ILUSTRATIVA

FOTO: IMAGEM ILUSTRATIVA

Segundo informações prestadas pela Indústria de Alimentos Estrela S.A, arrendatária das instalações da antiga Laticínios Mondaí, no último dia 4 de abril, foi realizada a primeira chamada da assembleia de credores da recuperação judicial.

A assembleia foi convocada para deliberar sobre um plano de recuperação apresentado no processo há mais de um ano, porém apenas três instituições financeiras compareceram no evento realizado virtualmente.

Segundo informações da empresa, atualmente o arrendamento da fábrica tem permitido o pagamento de obrigações da antiga Laticínios Mondaí perante credores, mas a continuidade da atividade leiteira também tem assegurado o pagamento de produtores rurais, empregados e demais fornecedores.

Atualmente a empresa industrializa cerca de dois milhões de litros de leite por mês no local. A atual empresa arrendatária também questiona que nenhum edital foi publicado anunciando a apresentação do plano alternativo.

A Indústria de Alimentos Estrela S.A. desconfia da proposta alternativa, pois apesar de a recuperação judicial tramitar desde 2014, somente após a atividade ter sido retomada por um "terceiro", um sócio do empreendimento apresentou um plano de reestruturação.

Conforme informações da Indústria de Alimentos Estrela S.A., a segunda convocação da assembleia de credores está marcada para junho, porém credores e interessados já estão se movimentando para que os ativos da antiga Laticínios Mondaí continuem a ser explorados sem o aumento do endividamento dessa e, principalmente, sem o aumento do risco dos credores.

Após ter sido mantida fechada por cerca de dois anos, o Poder Judiciário autorizou o Gestor Judicial a arrendar o prédio onde funcionava a Laticínios Mondaí, para usar os recursos do arrendamento para pagamento das dívidas.

Atualmente, quem ocupa o prédio é a Indústria de Alimentos Estrela S.A., que segundo informações da empresa, já contratou mais de 80 colaboradores que atuam direta ou indiretamente e realizou investimentos superiores a R$ 10 milhões em Mondaí para poder reativar a fábrica.

Uma funcionária do Gestor Judicial informa que quando a Indústria de Alimentos Estrela recebeu o prédio, estava faltando fiação elétrica, pois apesar dos cuidados, o prédio era constantemente objeto de furtos, além de ter boa parte do maquinário inutilizado por conta da paralização por longo tempo.

Além dos empregos diretos e indiretos, aproximadamente 250 produtores de leite têm vendido cerca de dois milhões de litros de leite por mês para a empresa arrendatária do local.


Garotas Acompanhantes