Alemanha protesta antes de jogo da Copa devido à proibição de faixa em apoio ao movimento LGBTQIA+

Federação alemã foi proibida pela FIfa de utilizar braçadeira de capitão da "One Love", sob pena de punições esportivas no torneio.

Por Rádio Onda Positiva em 23/11/2022 às 17:10:25
Foto: Divulgação/Internet

Foto: Divulgação/Internet

A seleção da Alemanha realizou um protesto antes de sua estreia na Copa do Mundo de 2022 contra o Japão. Antes do início da partida, os 11 jogadores titulares posaram para foto oficial com a mão na boca, simbolizando que foram silenciados pela Fifa, que proibiu o uso da braçadeira de capitão "One Love", em apoio à causa LGBT. As seleções foram "ameaçadas" com punições esportivas, como cartão amarelo para os capitães pelo uso do equipamento. Em nota oficial, a Federação Alemã de Futebol disse que quis dar o exemplo de seus valores com a braçadeira e que os direitos humanos não são negociáveis. "Com a nossa braçadeira de capitão quisemos dar o exemplo pelos valores que vivemos na seleção: a diversidade e o respeito mútuo. Seja alto junto com outras nações. Não se trata de uma mensagem política: os direitos humanos não são negociáveis […] Isso deve ser feito sem dizer. Mas infelizmente ainda não é. É por isso que esta mensagem é tão importante para nós. Banir-nos do curativo é como banir nossas bocas. Nossa postura permanece", disse a nota.

Fonte: TNT Sports

Comunicar erro
Lassberg
Pneu A
Garotas Acompanhantes